A importância do projeto de prevenção e combate a incêndio.

Atualizado: 9 de Jun de 2020

Um incêndio pode ser causado por diversos fatores, como por exemplo um curto circuito ou até mesmo o esquecimento de uma vela acesa. A elaboração do projeto de prevenção e combate a incêndio visa garantir a segurança do imóvel e usuários do local, prevendo em uma edificação os equipamentos e instalações que apoiem e previnam a ocorrência do incêndio, e meios que facilitem a evacuação do local. Essa elaboração consiste na orientação para as saídas de emergência, sinalização de emergência, iluminação de emergência, distribuição correta dos extintores, sistema de detecção e a alarme de incêndio, hidrantes e sprinklers quando for o caso. Com um projeto adequado e bem elaborado a edificação ficará segura e promoverá uma economia financeira para a empresa, uma vez que definirá com a precisão que a lei prevê, de forma que sua execução não seja inexequível.

O projeto é obrigatório por lei nos casos a seguir: I - Áreas construídas a partir de 750m² II - Lojas estabelecidas em condomínios, independentemente de sua área III – Condomínios, independentemente de sua área IV - Ocupações de reunião de público, independentemente de sua área V - Locais com Gás Natural, central de GLP e ou comercialização de GNV VI – Existência de qualquer tipo de produto explosivo ou substância com alto potencial lesivo à saúde humana, ao meio ambiente ou ao patrimônio VII - Independente da área do estabelecimento e ou áreas de risco, quando apresentar risco que necessite de proteção por sistemas fixos, tais como: hidrantes, chuveiros automáticos, detecção e alarme de incêndio, dentre outros.















36 visualizações0 comentário